Fazer pedido
Presença
20
Twitter
Quarto do locutor
0
Esse tópico passou pela moderação do moderador :Ronaldinho:10
Esse tópico foi fechado por nossa moderação!
00Candy00
61 comentários
Tripulante
Triturados vivos: o terrível destino de pintinhos machos na ... - 3 meses atrás
Quando um pinto sai do ovo, já é capaz de comer sozinho e sair andando atrás da mãe; no entanto, se for de criação de aves poedeiras, ele 'não serve', e é descartado; é o destino de cerca de 6 milhões de pintinhos por mês no Brasil.



Quando um pintinho sai do ovo, tem coração, sistema nervoso, pulmões. Logo depois do nascimento já é capaz de comer sozinho e sair andando atrás da mãe.

No entanto, se ele for um pintinho macho da linhagem de avicultura de postura, ou seja, o tipo de ave usado na indústria para botar ovos e não para ser vendida por sua carne, provavelmente será jogado numa espécie de triturador assim que nascer e seu sexo for identificado.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) diz que no Brasil esse é o destino de em torno de 6-7 milhões de pintinhos por mês, considerando que aproximadamente 50-52% dos ovos férteis incubados darão origem a pintos machos.


Na criação comercial de aves poedeiras, os machos, que não botam ovos, não servem. A indústria cria dois tipos de animais: de postura, que botam ovos, e a de frangos de corte, criados para serem mortos e comidos.

Os machos da linhagem de postura não botam ovos e ao mesmo tempo são considerados inadequados para corte porque demoram mais a ganhar peso e não ficam do tamanho de um frango do tipo usado para abate.

A morte e o descarte de pintos machos logo após o nascimento é prática comum na produção de alimentos em todo o mundo. No Brasil, não há um método estabelecido e obrigatório por normas do Ministério da Agricultura. No entanto, a maceração mecânica, espécie de trituração, é o mais adotado em todo o mundo.

Também se usa o método de asfixia por gás, mas esse é menos comum, dizem especialistas. Mesmo empresas que vendem ovos de galinhas criadas livres e têm perfil de maior preocupação com bem-estar animal compram animais de incubatórios onde o descarte dos machos é praxe.

O assunto é tabu na indústria porque ainda não há solução que possa ser adotada em grande escala. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa a avicultura e a suinocultura do Brasil, respondeu perguntas enviadas por e-mail, mas negou pedido de entrevista.

A veterinária Vania Plaza Nunes, diretora do Fórum Nacional de Defesa e Proteção Animal, considera o assunto uma questão ética urgente. "Você está condenando um animal à morte porque nasceu do sexo errado", diz a veterinária. Além disso, diz, deve-se levar em conta o bem-estar do animal.

A ABPA, por sua vez, diz que o método é adotado em vários países e considerado "humano" e que "defende o debate racional e a apresentação de alternativas que permitam a preservação do status sanitário e a viabilidade econômica, que evitem impactos financeiros significativos ao preço para o consumidor".

"Vale lembrar que o ovo é uma proteína acessível, estratégica para a garantia de segurança alimentar para a população", escreveu a associação.

Um posicionamento do Diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Geraldo Marcos de Moraes, escrito em agosto de 2019 e obtido pela BBC News Brasil via Lei de Acesso à Informação, sugere um desejo de redução dessa prática, mas descreve obstáculos.

"Para a adoção das boas práticas na avicultura, incluindo a redução do descarte de pintos de um dia, é necessário mudança de cultura e conscientização dos produtores (...) A redução do descarte de pintos de um dia é um processo longo e gradual, que depende de vários fatores e envolve diversas instituições além do Ministério da Agricultura, como instituições de pesquisa, órgãos estaduais de fomento e extensão agrícola etc.", escreveu o diretor.

fonte:r7
ErickFantii
1251 comentários
Cadete
Resposta para Triturados vivos: o terrível destino de ... - 3 meses atrás
Nossa, que triste cara. Ao invés de simplesmente matar, porque não doam, sei lá? Aposto que pessoas que tem fazenda ou um terreno grande iriam gostar de cuidar. É tenso como os animais são vistos, simplesmente os descartam. Esses dias vi uma sobre as vacas também e fiquei traumatizado, mas enfim... Espero que haja alguma fiscalização e medida pra evitar ou diminuir isso
Twitter: @ErickFHB

Administrador de Conteúdo

:Ronaldinho:10
183 comentários
Explorador
Resposta para Triturados vivos: o terrível destino de ... - 3 meses atrás
Lendo isso me dá uma dor no coração cara, a que ponto chega o ser humano, muito triste.
De4n
1129 comentários
Cadete
Resposta para Triturados vivos: o terrível destino de ... - 3 meses atrás
Oh meu Deus, tadinhos...
@HabboDe4n
ErickFantii
1251 comentários
Cadete
Resposta para Triturados vivos: o terrível destino de ... - 3 meses atrás
Citação: :Ronaldinho:10 escreveu
Lendo isso me dá uma dor no coração cara, a que ponto chega o ser humano, muito triste.

Pois é, ninguém pensa mais em nada, nem nos animais véi
Twitter: @ErickFHB

Administrador de Conteúdo

1
ENVIE UM COMENTÁRIO
Você precisa estar logado para comentar o tópico!
20
3
ONLINE: AutoNight - Tocando todas
×
Olá, Bem-vind@!
Preencha todos os dados ao lado para efetuar o login.
LEMBRAR-ME!
RECUPERAR SENHA
×
Registro na HabboNight!
Preencha todos os dados ao lado com dados verdadeiros.
Recomendamos que não utilize a mesma senha que utiliza no Habbo Hotel.
Mude sua missão HABBO para: #NIGHT22D37
CONCORDO COM OS TERMOS DE USO!